Eleições

Sobre os resultados das Eleições Autárquicas

Os resultados eleitorais até agora conhecidos permitem desde já ao PCTP/MRPP tecer as seguintes considerações:

1 – Estas eleições traduziram-se numa esmagadora derrota da coligação PSD/CDS e essa derrota deve ser desde logo entendida como uma derrota infligida pelo Povo português à política do governo de traição nacional Coelho/Portas.

Os resultados eleitorais até agora conhecidos permitem desde já ao PCTP/MRPP tecer as seguintes considerações:

1 – Estas eleições traduziram-se numa esmagadora derrota da coligação PSD/CDS e essa derrota deve ser desde logo entendida como uma derrota infligida pelo Povo português à política do governo de traição nacional Coelho/Portas.

2 – Assim, como constituindo a única consequência a retirar destes resultados, o PCTP/MRPP exige do Presidente da Republica a imediata demissão do governo e a convocação de eleições gerais antecipadas.

3 – O Partido Socialista, embora tenha subido o número de câmaras conquistadas ao PSD, não deixou contudo de perder cerca de 11% do seu eleitorado autárquico de 2009. Acontece ainda que, apesar da derrota sofrida pelo governo PSD/CDS, Seguro persistiu na sua posição de capitulação, pondo de lado qualquer exigência de demissão do governo, como lhe competia, facto que o Povo português não lhe perdoará.

4 – Em contraste com a pesada derrota sofrida pelo Bloco de Esquerda (que perde mais de 30.000 votos relativamente às eleições de 2009), a votação obtida pelo PCTP/MRPP, não só duplicou a nível nacional como em quase todas as autarquias em que o Partido se candidatou, estando neste momento já eleitos pela primeira vez, vários autarcas em assembleias de freguesia e um numa assembleia municipal, sendo previsível a eleição de outros deputados municipais da candidatura do Partido. Este resultado terá de se atribuir desde logo ao crescente apoio que a política do PCTP/MRPP tem obtido junto dos trabalhadores, democratas e patriotas, em particular em torno da luta pelo derrubamento do governo de traição nacional PSD/CDS.

 

A Comissão de Imprensa do PCTP/MRPP

 

Lisboa, 29 de Setembro de 2013

 

Totais Nacionais provisórios (às 02H00)
2013 - 0.45% - 20.903 votos
2009 - 0.26% - 14.275 votos

 


Eleitos do Partido (às 02H00)

1 deputado para a Assembleia Municipal de Loures
1 deputado para a Assembleia Municipal do Barreiro
1 eleito para a Assembleia de Freguesia de Camarate, Unhos e Apelação
1 eleito para a Assembleia da União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira

Luta Popular on line

Aceda ao Luta Popular e fique
a par das últimas noticias:

Biblioteca Vermelha

Um redobrado empenho no estudo do marxismo, dos textos em que se condensa a experiência histórica das revoluções passadas e também daqueles em que se perspectivam novos combates pelo socialismo e pelo comunismo, constitui hoje um dever indeclinável de todos os revolucionários.

Entrar na Biblioteca Vermelha

 

Ribeiro Santos

A morte de Ribeiro Santos (durante uma reunião de estudantes contra a repressão fascista de Caetano, realizada em 12 de Outubro de 1972 na Faculdade de Ciências Económicas e Financeiras de Lisboa) constituiu um marco decisivo e de viragem no movimento popular e revolucionário contra a ditadura e a guerra colonial-imperialista que viria a atingir o seu auge em 1974.